Team TWS

if you want to contact the TeamTWS send us an email to the agency
paulafranco@dreameragency.com

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

The Bohemian Word || Balzac

No século XV, passou a significar 'cigano' ou membro de tribos nomadas supostamente originárias da região da Boemia.
Já no século XVII, com Tallemant des Réaux, bohème passa a designar também o indivíduo "que leva uma vida desregrada", num estilo de vida caracterizado pela despreocupação com relação a bens materiais, a grandes projetos, às normas. Era para descrever uma vida à margem da sociedade e cultivar uma nova forma de liberdade de pensamento, e uma preocupação de usar nomeadamente roupas excêntricas.
O termo passa do francês ao português, na acepção do século XVII: 'vagabundo, indivíduo de vida desregrada' ou não convencional, eventualmente ligado às artes ou à literatura, ou mero aventureiro que vivia de forma despreocupada.
Nesse sentido, mais tarde, no século XIX surge um movimento artístico e literário, constituído à margem do movimento romântico, mais "aristocrático" e fora do uso da sua época.
Será Balzac, que em 1844, ao escrever Um Príncipe da Boémia, faz rasgados elogios a tal juvenil comportamento: «A palavra Boémia diz tudo. Ela não tem nada e vive de tudo. A esperança é a sua religião, a fé em si mesma é o código, a caridade o seu orçamento. Todos esses jovens são maiores do que o seu infortúnio, abaixo da sorte, mas acima do destino».

***
In the fifteenth century, it has come to mean 'Gypsy' or members of nomadic tribes allegedly originating in the Bohemia region.
In the seventeenth century, with Tallemant des Réaux, bohème shall also designate the individual "who leads a dissolute life," a lifestyle characterized by the lack of concern with regard to material goods, to large projects, standards. It was to describe a life on the margins of society and cultivate a new form of freedom of thought, and a concern to use such eccentric clothes.

The term goes from French to Portuguese within the meaning of the seventeenth century: 'bum, individual riotous living' or unconventional, possibly linked to the arts or literature, or mere adventurer who lived carefree manner.

In this sense, later, in the nineteenth century it appears an artistic and literary movement, made on the sidelines of the Romantic movement, more "aristocratic" and out of use of their time.

Balzac is that in 1844, when he wrote A Prince of Bohemia, is high praise to such juvenile behavior: "The Bohemian word says it all. She has nothing and lives of all. Hope is its religion, faith itself is the code, charity your budget. All these young people are bigger than their misfortune, below the luck, but above the target. "